Você está aqui

Santander processado em R$ 460 mi por assédio e estresse

O Ministério Público do Trabalho (MPT) ajuizou Ação Civil Pública (ACP), com abrangência nacional, contra o Banco Santander. O pedido de indenização por danos morais é em valor não inferior a R$ 460 milhões, 1% do lucro do banco entre 2010 e 2016. Segundo o  MPT,  o Santander adota um modelo de organização de trabalho baseado na gestão por estresse e humilhação. Estabelece metas extremamente elevados que sofrem aumentos constantes, as cobranças são excessivas, há sobrecarga de trabalho, ameaças de demissão pelo não atingimento de metas e os bancários ainda…

Leia Mais

Atleta da Namíbia tem prisão preventiva decretada por assediar camareira na Vila Olímpica

A juíza Rose Marie Pimentel Martins, do Juizado do Torcedor e dos Grandes Eventos do TJRJ,  converteu nesta segunda-feira, dia 8, a prisão em flagrante do atleta da Namíbia Jonas Junius em prisão preventiva. Jonas foi preso neste domingo, acusado de abusar sexualmente de uma camareira dentro da Vila dos Atletas.  A juíza aceitou a denúncia contra Jonas, que tem, agora, o prazo de dez dias para apresentar sua defesa. Na decisão, dada durante audiência de custódia, a juíza afirma que existem provas mínimas necessárias para o recebimento da denúncia,…

Leia Mais

Autoescola indenizará jovem assediada por instrutor

A 2ª Turma Recursal Cível aumentou o valor da indenização que uma autoescola deverá pagar a jovem assediada por instrutor. A quantia de R$ 1,5 mil, fixada em decisão de primeiro grau, passou para R$ 5 mil. De acordo com o processo, durante a aula o instrutor passou a ter comportamentos estranhos, com excesso de elogios e carícias insistentes. A autora decidiu gravar aos assédios e registrar boletim de ocorrência. A autoescola não apresentou defesa. “A revelia da ré acarreta a presunção de veracidade da narrativa da inicial, notadamente, no…

Leia Mais

Jovem que fingiu ter câncer terminal para ir morar com a professora é condenada a 2 anos de prisão

Elisa Bianco, de 22 anos, também criou um perfil masculino falso na internet para seduzir a docente Sally Retallack, de 49 anos Uma jovem inglesa foi sentenciada e dois anos e oito meses de prisão em Truro, no sul da Inglaterra, em um caso bizarro de manipulação e assédio. Elisa Bianco, 22 anos, fingiu ter câncer terminal para convencer a professora Sally Retallack a deixá-la mudar-se para a casa onde Sally morava com seu marido e quatro filhos. Elisa também criou um perfil masculino falso na internet para seduzir Sally….

Leia Mais

Drogaria é condenada por não coibir assédio de gerente a balconista

A Quinta Turma do Tribunal Superior do Trabalho manteve a condenação da Drogaria Mais Econômica, de Canoas (RS), ao pagamento de mais de R$ 15 mil por danos morais a uma balconista que era assediada pelo gerente. Para a Justiça do Trabalho, a empresa agiu com negligência em relação ao caso. De acordo com o processo, a balconista, depois de comunicar a gravidez de risco, passou a sofrer forte assédio de seu superior hierárquico, que a humilhava na frente dos clientes e reclamava quando ela se sentava. Em depoimento, afirmou…

Leia Mais