Você está aqui

Motorista de ônibus urbano vai receber adicional de insalubridade pela exposição à vibração

A Primeira Turma do Tribunal Superior do Trabalho condenou a Viação Cuiabá Ltda. ao pagamento do adicional de insalubridade em grau médio a um motorista de ônibus coletivo urbano pela exposição à vibração em nível prejudicial à sua saúde durante o trabalho. Em decisão anterior, o Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região (MG) havia absolvido a empresa do pagamento do adicional de insalubridade, afirmando que a perícia não revelou as condições reais de trabalho do motorista. Diferentemente do entendimento regional, o relator do recurso do motorista para o TST,…

Leia Mais

Justiça garante direito de cadeirante em dispor de equipamento com motor elétrico

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina manteve decisão da comarca de São José para determinar que duas empresas da Grande Florianópolis substituam, no prazo máximo de 10 dias, cadeiras de roda defeituosas por novas, de igual modelo, em benefício de uma cadeirante, sob pena de multa diária de R$ 500. Os autos informam que a mulher, portadora de doença degenerativa que se utiliza de cadeira de rodas desde os 28 anos, adquiriu cadeiras elétricas para substituir as de tração manual, que já lhe acarretavam outros danos à saúde após…

Leia Mais