Você está aqui

Mulher é condenada por motim em presídio

Por decisão unânime, a 4ª Câmara Criminal da Corte paulista confirmou decisão de primeira instância que condenou uma detenta pelos crimes de motim e dano qualificado ao patrimônio público, em concurso material, cometidos numa unidade prisional em Cerqueira César. Manteve-se a pena de 3 anos de detenção, em regime semiaberto, e o pagamento de prestação pecuniária. Em denúncia, a Promotoria relatou que a ré e outras mulheres, após a transferência de uma presa a outra cadeia, atearam fogo a colchões e destruíram pias, paredes internas, piso, fiação elétrica, câmeras de…

Leia Mais

Médico que agrediu policiais e fez criança de refém no Município de Alto Santo deve permanecer preso

O juiz Tácio Gurgel Barreto, em respondência pela Vara Única da Comarca de Alto Santo, a 241 km de Fortaleza, negou, nesta quarta-feira (14/01), pedido de liberdade para o médico Gerislanio Galdino do Nascimento. Ele é acusado de violar domicílio e fazer criança de refém, agredir policiais, causar tumulto, praticar gestos obscenos e provocar danos ao patrimônio público e particular. Conforme os autos (nºs 2526-142014.8.06.0031 e 2527-96.2014.8.06.0031), na madrugada do último dia 11, o acusado teria provocado tumulto após uma festa, praticando gestos obscenos e ocasionado danos em uma barraca…

Leia Mais