Consórcio pagará R$ 400 mil por morte no Monotrilho

AG/CR assinou TAC com o MPT após Juraci Cunha dos Santos ser esmagado por uma viga, devido a falhas de segurança na obra, em 2014 São Paulo – O Consórcio AG/CR, que executa a construção de um trecho do futuro Monotrilho (Linha 17-Ouro do Metrô), em São Paulo, pagará R$ 400 mil por falhas de segurança. A indenização por dano moral coletivo foi fixada em termo de ajuste de conduta (TAC) assinado com o Ministério Público do Trabalho no estado (MPT-SP), em 29 de janeiro, após a empresa ser alvo…

Leia Mais