Você está aqui

Boxeador marroquino acusado de estupro tem prisão substituída por medidas cautelares

O ministro Rogerio Schietti Cruz, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), concedeu liminar para colocar em liberdade o boxeador Hassan Saada, da delegação do Marrocos nos Jogos Rio 2016, preso desde o dia 4 de agosto sob a suspeita de cometer o crime de estupro contra duas camareiras na Vila Olímpica. A decisão do ministro impõe ao atleta uma série de medidas cautelares diversas da prisão: ele não poderá frequentar a Vila Olímpica nem se aproximar das supostas vítimas ou das testemunhas do caso, não poderá deixar o Rio de…

Leia Mais

CPI ouve estudante que sofreu tentativa de estupro em universidade de São Paulo

Na primeira reunião da comissão parlamentar de inquérito (CPI) que investiga violações e abusos nas universidades paulistas, instalada hoje (17) na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), os deputados ouviram uma vítima de violência na Universidade de São Paulo (USP). O depoimento foi de uma estudante do quarto ano do curso de geografia da USP (o nome foi omitido a pedido dos deputados que compõem a CPI), que contou ter sido vítima de uma tentativa de estupro no estacionamento da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da universidade, no Campus…

Leia Mais